Pesquisar este blog

terça-feira, 26 de abril de 2011

Celulares com Android... Qual comprar?

Existem vários artigos, posts e muita avaliação de produtos de vários fabricantes de celulares e tablets equipados com sistema operacional Android do Google, indicando esse ou aquele aparelho. Mas qual deles é o melhor? Qual tem o melhor custo benefícil?

Antes de responder a essas perguntas, imagine agora, que se um artigo está publicado em um site de revista ou jornal, ele está sendo subsidiado de alguma maneira, ou seja, está sendo pago por patrocinadores.

Em um blog, imagine que o proprietário do blog, tem acesso restrito a alguns aparelhos, o que normalmente são os seus próprios aparelhos que adiquiriu, assim, os posts (nem todos), são tendenciosos, não por preferir esse ou aquele produto, mas porque ele somente pode avaliar o que tem nas mãos.

Então, fica um pouco complicado buscar uma informação realmente imparcial sobre qual aparelho é melhor ou pior na Web ou em outros meios de comunicação.

Você também pode testar um aparelho ou outro com amigos, em lojas e ler sobre cada um deles; mas os detalhes do dia-a-dia, fica complicado por faltar a vivência com o produto e as dificuldades que podem surgir.

Por esse motivo, não vou dizer a você qual aparelho você deve comprar, testar ou buscar mais ou menos informações, mas vou dar dicas de como avaliar e escolher o melhor "Android" para você!

Antes de ir às compras, você precisa fazer as seguintes perguntas pra si mesmo:


  • O que eu espero de um smartphone?
    - Você precisa ser criterioso ao responder essa pergunta, pois um smartphone deve ser um dispositivo que euxilie você, de maneira rápida e precisa em atividades profissionais e pessoais mais corriqueiras para você, como ler emails, atualizar suas redes sociais, etc. Essas atividades precisam ser tão práticas ao serem realizadas em seu celular quanto em seu computador pessoal, ou melhor, precisar ser mais prático realizar essas atividades no smartphone do que no computador. Essa é a usabilidade desejada quando se compra um smartphone. Muitas de minhas atualizações em redes sociais, coisas rápidas e emails eu prefiro fazer no meu smartphone do que ligar meu laptop pra isso.
  • Vou contratar um plano de dados?
    - Um smartphone sem um plano de dados pode ser o "barato" que sai "caro". Isso acontece porque ainda não temos bons pontos com disponibilidade de redes WI-FI que não sejam nossas residências. E por um motivo ou outro, acabamos conectando à Internet por vezes para pequenas consultas como um Twitter ou emails e pagamos caro por isso. As operadoras oferencem algumas possibilidades de contratação de planos de dados que são melhores que pagar por uso eventual, que costuma ser bastante dispendioso no final do mês. Smartphones com Android, são consumidores de dados, pois o foco desse sistema operacional é fornecer informações em tempo rela ou o mais atualizado possível. Por isso, se você não está disposto a contratar um plano de dados, sugiro pensar em alternativas com um tablet com Android que use somente a rede WI-FI da sua casa, trabalho, escola ou faculdade, para evitar surpresas em sua conta no final do mês.
  • Quero um aparelho discreto?
    - Ter um aparelho discreto, significa em outras palavras, abrir mão de uma tela confortável. Não tem como ser discreto com telas com 4 polegadas, como em aparelhos topo de linha. Outro ponto, é que aparelhos mais discretos, serão mais limitados, tanto em conforto de visualização de textos e imagens, como em velocidade e armazenamento. Isso porque aparelhos discretos são normalmente aparelhos de "entrada", e são mais baratos, consequentemente, mais limitados.
  • Gosto mais de teclados ou telas sensíveis ao toque?
    - O Android é um sistema operacional primeira projetado para as telas sensíveis ao toque, ou seja, o uso do teclado virtual é comum em aparelhos topo de linha. Poucos dispositivos com teclado real e bons recursos de memória e processador são oferecidos.
  • Quero ter um único dispositivo pra ouvir música, assistir vídeos, ler jornais, jogar, além do uso convencional do cleular?
    - Se você busca o "tudo em um", vai precisar de um dispositivo topo de linha, onde os recursos de memória e processamento sejam eficientes para garantir conforto e performance em suas atividades. Pense em aparelhos que possuam dois processadores, boa capacidade de armazenamento, tela com mais de 3.5", e principalmente, a versão mais atual do Android.
  • Qual a minha disponibilidade financeira?
    - Esse ponto é limitador para que tipo de aparelho, uso e recursos que você terá em mãos. Lembre-se que performance, significa mais recursos de processamento, e isso é caro! Mas o aparelho em si é só uma parte do que você irá gastar, lembre-se que ainda tem planos de dados e telefonia que deverão ser considerados.
  • Gosto de tecnologia e quero sempre estar atualizado?
    - Estar sempre atualizado com o Android ainda é um problema. Por exemplo, usuários do Samsung Galax S, ainda estão aguardando a atulização da versão 2.3 do sistema. Mas isso não significa que esse seja um produto ruim. O problema reside em que cada produto possui um processador diferente, recursos de memória diferente, tela, e outros elementos de hardware que obrigam os fabricantes a customizarem o Android para atender a seus hardwares. A liberdade de customização, criação de "sabores" de Android, acaba gerando dificuldades de atualizações de versões do sistema. Por esse motivo, se você gosta de tecnologia e quer ficar sempre atualizado, os aparelhos topo de linha são os recomendados, mas associado a isso, vem o custo do seu investimento. Uma dica, é contratar um bom plano de dados e celular, que subsidie o preço do dispositivo, reduzindo o seu investimento inicial. E pensando bem, um ano passa rápido, e esse é o tempo de fidelidade que os contratos exigem para subsidiar o preço de um aparelho topo de linha.
Espero ter ajudado você a escolher o seu primeiro ou próximo Android!

Um comentário: